Av. Álvares Cabral, 414 - Centro - Belo Horizonte 30170-000 - MG - Brasil Tel: 55 31 3218 2400

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
 
Mostrar Mais
EDIFÍCIO PARC NIMBUS

Não é só por romper com o gabarito do bairro Santa Lúcia, na zona sul de Belo Horizonte, que o edifício residencial Parc Nimbus chama a atenção. Com 60m de altura, em meio a uma paisagem de casas, o prédio se sobressai pelo desenho forte e, ao mesmo tempo, harmônico, que revela elementos estruturais de forma a enriquecer o conjunto arquitetônico. Pórtico, pilar e pergolado fazem o arremate da construção, marcada pela reentrância da fachada principal. Criação do arquiteto mineiro Gustavo Penna, o projeto privilegia áreas verdes e garante aos apartamentos uma vista panorâmica da cidade.

Para o arquiteto, o ângulo obtuso criado pelos dois planos da fachada faz mais do que quebrar a rigidez do volume. “A ‘concavidade’ é um gesto de acolhimento do edifício em relação à paisagem”, explica Penna, que implantou a edificação de forma a evitar movimentações excessivas de terra. Acidentado e de formato irregular, o terreno é formado pela união de onze lotes situados entre as ruas Roma e Xingu. Ambas oferecem acesso de pedestres e veículos ao condomínio.

Com 353m², os apartamentos (um por andar) possuem plantas livres que permitem alterações no layout conforme as necessidades de cada proprietário. As áreas de lazer foram dispostas em dois níveis, de forma a preservar o perfil do terreno. Na cota da rua Roma e da garagem, foram implantadas piscina e sauna. Estacionamento para visitantes, salão de festas e quadra de tênis ficam no pavimento pilotis (térreo), que dá acesso ao bosque.

Com exceção do vidro esverdeado, o granito reina absoluto como material de revestimento externo, conferindo unidade visual à edificação. As fachadas ventiladas são formadas por placas fixadas à estrutura de concreto por insertes metálicos. Assim, há um vazio entre o revestimento e a vedação. A idéia de unidade também é reforçada pela participação dos elementos estruturais na composição arquitetônica – pórtico central e pilar saem do térreo e se integram ao pergolado na cobertura.

Trechos da reportagem de Valentina Figuerola – Revista Arquitetura & Urbanismo – nº 145 – abril de 2006.

Arquitetura

Gustavo Penna, Laura Penna, Norberto Bambozzi, Alexandre Bragança

Local

Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil

 

Dados Técnicos
Ano do projeto: 1999

Ano de conclusão da obra: 2003
Área construída: 5.636m²


Fotos

Jomar Bragança